História

A Florisul protagoniza a história de uma empresa familiar que apostou na Floricultura e que a ela se dedica à 50 anos. Foi fundada em Janeiro de 1969 por António Augusto Nascimento Gonçalves e sua esposa. Naturais da Guarda vieram ainda novos, para Sintra e foi lá que começaram a trabalhar na Floricultura. Os primeiros anos foram por conta de outrem. Depois aos 28 anos, António Gonçalves e sua esposa lançaram-se nesta actividade por conta própria, iniciando a sua produção com um hectare de estufas e 120.000 pés de cravo.

florisul_conceito

O Montijo foi a terra escolhida e a empresa que hoje ainda aí se mantém é a prova de que não podia ter escolhido melhor lema: «confiança no futuro e vontade de trabalhar».

António Gonçalves homem de muita visão e grande empreendedorismo, trouxe para a Floricultura, amigos e familiares os quais ajudou e lançou na mesma actividade. Contribuiu em muito para o desenvolvimento da Floricultura em Portugal principalmente na zona do Montijo. Após a sua partida são os seus três filhos e respectivos cônjuges que gerem esta empresa de sucesso. Foram eles que no início desta aventura conceberam o nome — Florisul.

Em 2016 e já com a 3ª Geração a trabalhar na Empresa, a Florisul deu mais um passo em direcção ao Futuro e consequente expansão com a abertura de um segundo ponto de venda a Norte do País, na Maia. Contando actualmente com 4 pontos de venda no total, Armazém no Montijo e na Maia, e 2 espaços, um deles no Marl e outro no Mercoflores.